Estrutura Curricular

O total de créditos a ser cursado no mestrado é de 26 créditos em disciplinas + 6 créditos da dissertação.

Esse total de 26 créditos em disciplinas é dividido em:

OBRIGATÓRIA – Teoria das Relações Internacionais (4 créditos) – cursada no primeiro ano do curso

OBRIGATÓRIA – Epistemologia e Metodologia das Relações Internacionais (4 créditos) – cursada no primeiro ano do curso

OBRIGATÓRIA – Seminário de Dissertação – (2 créditos) – cursada entre o primeiro e segundo anos do curso

OBRIGATÓRIA POR LINHA – disciplina vinculada à linha de pesquisa, sendo:

* Para a linha Política Internacional – disciplina Política Internacional (4 créditos)

* Para a linha Economia Política Internacional – disciplina  Economia Política Internacional (4 créditos)

OPTATIVA – 12 créditos em disciplinas optativas variadas

Para mais informações sobre as disciplinas do PPGRI, visite a aba “Ementa das disciplinas” neste site.

 

Informações sobre assiduidade e aproveitamento escolar, segundo o Regimento do PPGRI (disponível neste site, aba “Legislação”):

Art. 43. A frequência é obrigatória e não poderá ser inferior a 75% (setenta e cinco) por cento da carga horária programada, por disciplina ou atividade.

Parágrafo único. O aluno que obtiver frequência, na forma do caput deste artigo, terá direito aos créditos correspondentes às disciplinas e atividades, desde que obtenha conceito C ou superior.

Art. 44. O índice de aproveitamento será calculado pela média ponderada das disciplinas com conceito A, B, ou C, considerando como pesos o número de créditos das disciplinas ou atividades, observada a seguinte tabela de equivalência:

Conceito A – Excelente  – 4

Conceito B – Bom – 3

Conceito C – Regular – 2

Conceito E – Insuficiente (Reprovação)

Conceito I – Disciplina incompleta

Art. 45. A verificação do aproveitamento será feita por disciplina, pelo respectivo professor, através do desempenho do aluno em provas, pesquisas, seminários, produção de trabalhos individuais ou coletivos e outros, além da assiduidade.

Art. 46. O aluno que, em qualquer período letivo, obtiver um índice de aproveitamento inferior a 2,5 (dois e meio) no conjunto das disciplinas cursadas no período considerado, entrará em regime probatório, onde o professor orientador determinará os créditos em que o aluno poderá se matricular e acompanhará o seu desempenho escolar, orientando-o quanto à melhor forma de superar tal regime.